sábado, 18 de abril de 2009

TEORIA WEBERIANA

Max Weber é um dos mais celebres pensadores das ciências humanas, foi um construtor do saber transdisciplinar escrevendo obras que perpassam diversos campos da economia, história, educação, política e sociologia. Intelectual que decifrou embates da vida daqueles que se dedicaram a viver da e para a vocação de professor, tendo à dedicação, a paixão e a inspiração, elementos importantes. Weber nos deixou uma obra-prima de relevante dimensão: “Economia e sociedade”. Nela é estudado tanto o seu método e instrumento de analise sociológica, isto é, a metodologia compreensiva como os tipos ideais, definem sistematicamente os tipos de ações, a compreensão e dedicação daqueles que se dedicam à vocação de cientista deixando de fora juízo de valores que poderão contaminar o fazer de sociólogo ou do cientista de uma forma geral.
De acordo com Raymond Aron no livro “As etapas do pensamento sociológico” pode-se tentar classificar as obras de Weber em quatro categorias.
1) As obras que trataram unicamente das ciências humanas e historia, e da sociologia, isto é, a metodologia, estas obras são epistemicas, expressam uma filosofia da historia e do homem, mostram a relação ciência ação os principais trabalhos neste campo estão reunidos nos ensaios sobre a teoria da ciência(Ensais sur la theorie de la science).

2) As obras que tratam do campo da historia como estudo sobre a relação de produção na agricultura no mundo antigo, a economia geral, os trabalhos especiais sobre problemas econômicos da Alemanha ou da Espanha contemporânea, por exemplo, uma pesquisa sobre a situação da Prússia oriental, em especial sobre as relações entre camponeses Poloneses e as classes dirigentes Alemãs.


3) A celebre obra a “A ética protestante e o espírito do capitalismo” onde efetuou uma comparação comparativa entre a ação ética das religiões (o calvinismo, o pietismo, o metodismo e as seitas Batistas), e a vocação econômica no ceio destas religiões, suas convicções e identidade.

4) A obra prima que é o tratado de sociologia denominado “Economia e sociedade” nesta obra Weber define conceitos sociológicos fundamentais como o conceito de poder, ação social, a dominação (racional, tradicional e carismática) um estudo sobra estamentos e classes,a ordem econômica, mercado, a sociologia do direito, e uma sociologia do Estado.

É necessário lembrar que Weber efetuou um trabalho sobre o tipo ideal de política e do cientista refletindo filosoficamente sobre o trabalho vocação a independência e a solidariedade entre a Ciência e a Política. Numa época em que o desenvolvimento social de uma dada sociedade depende intrinsicamente desses dois elementos, convém, portanto refletir a aplicabilidade da obra: “Ciência e política: duas vocações” (Wissenschaft Als Beruf e Politik Als Beruf).
Deste modo a teoria weberiana tem como ponto inicial a ação e classificação dos tipos de ação (ação lógica e ação não lógica, mesmo sem seguir essa classificação Weber vai mostrar-nos quatro ações sociais, a qual a sociologia procura entender, compreender de forma interpretativa:

a) Ação racional: Com relação a um objeto (zweckrational): determinando o modo racional referente a fins. “determinadas por expectativas no comportamento do objeto do mundo exterior, como de outros homens, e utilizando essas expectativas como condições ou meios para alcançar fins próprios e racionalmente avaliados e perseguidos”.

b) Ação social com relação a valor posto: (Wertrational): de um modo racional referente a juízos de valores. “Determinada pela crença consciente do valor – ético, estático, religioso ou de qualquer outra forma como seja interpretado...”.


c) Ação afetiva ou emocional: (de modo afetivo, especialmente emocional): por afetos ou estados de sentimentos atuais.

d) Ação tradicional: (de modo tradicional) por costume e hábitos arraigados a conduta do individuo na sociedade.

A tarefa daquele que se dedica à sociologia será a de descobrir os possíveis sentidos das ações humanas, desse modo o sentido da ação humana deve ser desvendado. De acordo com Weber o objeto da sociologia é:
“Sociologia (No sentido aqui entendido desta palavra empregada com tantos significados diversos) significa: uma Ciência que tenta interpretativamente entender a ação social e assim explicá-la causalmente em seu curso e em seus efeitos”. Por ação entende-se, neste caso, a ação humana (tanto faz tratar-se de um fazer externo como um interno de omitir ou de permitir sempre que e na medida que um agente ou os agentes se relacionem com um sentido subjetivo. A ação social, por sua vez significa uma ação que, quanto ao seu sentido visado pelo agente ou agentes, se refere ao comportamento de outros, orientando-se por este em seu curso.
A sociologia é uma ciência que procura compreender a ação social e esta compreensão implica na percepção do sentido que o ator social atribui a própria conduta. Sentido com definido da ação social: fundação metodológica do sentido. Para Weber “Sentido é o sentido subjetivamente visado”, entendemos o sentido subjetivo indicados pelos sujeitos da ação.
1) Existente de fato: Um caso historicamente dado. A) Como media e como aproximação numa determinada massa de casos.
2) Construído num tipo ideal, com atores deste caráter.
3) Os limites entre uma ação com sentido e um comportamento simplesmente relativo.

Weber construiu conceitos sociológicos básicos para a consolidação da sociologia como ciência. Suas teorias e conceitos se desdobram em outras analises sociologicas e até hoje influenciam ao desenvolvimento da Teoria e metodologia cientifica. Cabe-nos ler os escritos e comentarios para entendermos a sociedade...

4 comentários:

renatinha_baiana disse...

qual alternativa esta correta em relação ateoria weberiana?
1- o estado moderno é controlado pela classe detentora do capital e , sendo assim, a função do estado é controlar e reprimir a classe trabalhador.
2- a sociedade moderna se caracteriza pela complexidade das relaçoes sociais, exigindo para o funcionamento o aperfeiçoamento de organizações racionais e burocráticas. ( tem alguma certa)

renatinha_baiana disse...

*Em sua essencia, todas as sociedades são iguais, pois, independente do periodo histórico, os seres humanos são egoistas e ambiciosos.
*As sociedades são organizadas tal como os organismos biologicos, com as instituições sociais estabelecendo entre si uma interdependencia semelhante ao funcionamento dos orgãos do corpo humano ( qual é correta)

renatinha_baiana disse...

É correto dizer: A complexidade da sociedade moderna cria um significativo sentimento de insegurança nos individuos, que os leva a busca da religiosidade e dos rituais magicos e misticos.
O que esta correto nas minhas perguntas..

gloria disse...

Weber,presenciou as crises e as grandes transformações da Europa do inicio do seculo XX,desenvolvendo uma obra vasta que aborda os aspctos economicos,politicos e sociais do mundo atual,principalmente no que diz respeito ao papel do estado na sociedade moderna.O que é certo afirmar sobre isso?